Skip to content Skip to footer

Mama Tuberosa

TIPO DE TRATAMENTO

CIRúRGICO

NúMERO SESSõES

1 Sessão

TIPO DE TRATAMENTO

Cirúrgico

REQUER INTERNAMENTO

Sim

PERíODO DE BAIXA

10 dias

TIPO DE ANESTESIA

Geral

REQUER MASSAGEM DE DRENAGEM LINFáTICA

Não

INIBIçãO DE ATIVIDADE SEXUAL

1 semana

DURAçãO DO PROCEDIMENTO

2-3h

INIBIçãO DE VOAR

2 semanas

INIBIçãO DE CONDUZIR

2 semanas

INIBIçãO DE ATIVIDADE FíSICA

2 semanas

RESULTADO DEFINITIVO EM:

3 meses

ZONA DO CORPO

Peito

*É essencial falar com o seu cirurgião sobre a qualquer um dos pontos acima mencionados. Cada procedimento tem diferentes cuidados que devem ser levados em consideração. 

A mama tuberosa é uma alteração congénita da mama que lhe dá uma aparência de tubo e um tamanho areolar grande. O estreitamento da base da mama (projeção tubular ou cónica da mama) e o sulco inframamário subido são algumas das alterações.  É possível ter apenas uma mama tuberosa ou as duas. Este tipo de deformidades já nasce com a mulher e, embora seja mais comum no sexo feminino, há também homens que podem ser afetados com este problema.

ENTRE EM CONTACTO CONNOSCO

ANTES E DEPOIS

* Cada caso particular é único. Cada pessoa e cada corpo são diferentes e podem obter diferentes resultados. O resultado depende não só da técnica médico-cirúrgica, mas também de como cada organismo reage a ela, da sua recuperação e cuidados pós-operatórios.


Processo

Primeiro passo: consulta com o cirurgião plástico e esclarecimento de dúvidas

Antes de realizar qualquer procedimento estético ou cirúrgico, é necessário fazer uma consulta de avaliação com o seu cirurgião plástico, não só para que todas as suas dúvidas sejam esclarecidas, mas também para que possa ser avaliada e perceber quais os tipos de correções que são necessárias serem feitas, no caso da correção da mama tuberosa.

A prescrição de exames é também essencial ao cirurgião para que saiba qual o estado de saúde da paciente.  

Segundo passo: marcação da paciente e anestesia

No dia da cirurgia é feito um registo fotográfico, antes da entrada da paciente para o bloco operatório. O cirurgião fará as marcações na paciente, em pé, para que dessa forma veja seu o seu peito, o grau de assimetria e defina onde serão feitas as incisões.  

Após as marcações, é dada a anestesia geral ou local com sedação, administrada pelo médico anestesista que estará presente desde o início até ao final da cirurgia. 

– Terceiro passo: incisões e implantes

As incisões serão realizadas conforme a técnica que foi escolhida previamente, pelo cirurgião e, explicadas à paciente em consulta. 

O cirurgião, após as incisões, cria uma bolsa para a colocação dos implantes, mas, antes dos verdadeiros implantes serem colocados na paciente, são testados vários tamanhos – amostras de implantes – para simular o resultado final e perceber se efetivamente é o tamanho correto a colocar e se o aspeto irá corresponder às expectativas da paciente. 

Quarto passo: colocação de impantes e fecho das incisões

Os implantes são colocados em cada uma das bolsas e as incisões são fechadas com fio absorvente. Depois é vestido o soutien cirúrgico que a paciente utilizará durante pelo menos 30 dias, até ordem em contrário dada pelo cirurgião. 

Quinta passo: recuperação

A paciente, após a cirurgia terminar, é levada para o recobro. Depois de acordar, permanecerá umas horas no local até ter alta ou, caso o cirurgião considere essencial por algum motivo, ficará uma noite internada.

Após a paciente ter alta, toda a equipa estará totalmente disponível para qualquer ajuda ou esclarecimento que a paciente necessite.

 

Sim, apenas uma das mamas pode ter a alteração congénita ou as duas, no entanto um dos lados pode desenvolver sempre mais do que o outro. Na grande maioria dos casos, as mamas não se desenvolvem de forma igual.

Todas as mulheres que realizam cirurgias mamárias têm esta preocupação. Por norma, qualquer mulher consegue amamentar depois da correção da mama tuberosa, contudo a incapacidade de amamentação é um risco que está associado a qualquer cirurgia mamária. Fale com o seu cirurgião plástico e esclareça todas as suas dúvidas.

Sim, a cirurgia é realizada após o desenvolvimento total do peito que, por norma, é aos 18 anos.

Varia de caso para caso, cada paciente é diferente e é necessário avaliar o estado de cada uma. No entanto, as cirurgias mais comuns para a correção da mama tuberosa são: a cirurgia com próteses, a reconstrução de aréola e mamilos e mastopexia. É essencial uma consulta de avaliação com o cirurgião plástico para que recomende a/as melhor/es opções tendo em conta o seu caso em específico.

O impacto principal é a nível estético, uma vez que influencia a autoestima da mulher, mas felizmente pode ser resolvido com uma cirurgia.

A correção da mama tuberosa só pode ser conseguida através de cirurgia plástica. O valor varia consoante o grau de severidade inicial da mama e quais as correções a serem feitas.
Para saber qual o valor indicado para o seu caso, entre em contacto e agende a sua consulta de avaliação.

Nenhuma cirurgia está isenta de riscos e/ou complicações. Escolher profissionais qualificados e experientes e seguir precisamente todas as indicações de pré e pós-operatório, são algumas das ações essenciais para que alguns problemas sejam evitados.

Equipa Médica

Médicos super-especializados e multidisciplinares, únicos em Portugal:

ENTRE EM CONTACTO CONNOSCO

    Deseja uma opinião?

    FAÇA O SEU PEDIDO DE AVALIAÇÃO

    Não sabe qual é o tratamento que melhor se adapta às suas necessidades?

    PROCURE NA NOSSA PESQUISA AVANÇADA

    nome: Linfedema
    nome: Sindrome de Congestão Pélvica
    nome: Varizes na Gravidez e Pós-Parto
    nome: Varizes (Doença Venosa Crónica)
    nome: Derrames (Escleroterapia cosmética)
    nome: Ecografia do Lipedema
    nome: Psicologia Clínica
    nome: Dermatologia Clínica
    nome: Paralisia Facial
    nome: Medicina Estética Oncológica
    nome: Ecografia Doppler do Pénis
    nome: Vasectomia
    nome: Patologia da Próstata
    nome: Pellet (Chip Hormonal)
    nome: Aumento Glúteo Sem Cirurgia
    nome: Screening Ginecologico
    nome: Fototerapia com Laser de Baixa Frequência
    nome: Microinjeções de Dutasterida
    nome: Bioestimulação Anti-androgénica
    nome: Mesoterapia Capilar
    nome: Medicação e Suplementação Personalizada
    nome: Abdominoplastia Invertida
    nome: Exossomas
    nome: Harmonização Facial
    nome: Lipoescultura de Alta Definição
    nome: Escrotoplastia
    nome: Circuncisão ou Cirurgia da Fimose
    nome: Consulta Pré Gestação
    nome: Ecografias Obstétricas
    nome: Preparação ao Parto
    nome: Atenção ao Parto
    nome: Amamentação
    nome: Prevenção HPV
    nome: Planeamento Familiar
    nome: Ginecologia na Adolescência
    nome: Pavimento Pélvico
    nome: Endometriose
    nome: Menopausa
    nome: Doenças Sexualmente Transmissíveis
    nome: Cancro da Mama
    nome: Nutrição Funcional
    nome: Nutrição Lipedema
    nome: Cancro Ginecológico
    nome: Ecografia Ginecológica
    nome: Nutrição na Menopausa
    nome: Nutrição Infantil e na Adolescência
    nome: Nutrição Pré e Pós-operatória
    nome: O-Shot
    nome: Bioestimulação com PRP (rosto e capilar)
    nome: Nutrição Desportiva
    nome: Alimentação e qualidade do sono
    nome: Excesso de Peso e Obesidade
    nome: Nutrição Pré e Pós-Parto
    nome: Medicina Sexual Masculina
    nome: Correção da Curvatura Peniana
    nome: Ejaculação Prematura
    nome: Disfunção Eréctil
    nome: Aumento Peniano
    nome: Medicina Capilar
    nome: Nanofat
    nome: PRP (Plasma Rico em Plaquetas)
    nome: Morpheus8
    nome: Mesoterapia Corporal e Facial
    nome: Peeling Químico
    nome: Fios Tensores
    nome: Indutores do Colagénio
    nome: Lábios
    nome: Olheiras
    nome: Rinomodelação
    nome: Ácido Hialurônico
    nome: Facetite
    nome: Otoplastia
    nome: Bichectomia
    nome: Mentoplastia
    nome: Rinoplastia
    nome: Blefaroplastia
    nome: Lipofilling Facial
    nome: MICRO-Lift
    nome: Lifting Facial e do Pescoço
    nome: Aumento dos Gémeos
    nome: Aumento Glúteo
    nome: Cirurgia de Correção do Umbigo (Onfaloplastia)
    nome: Mommy Makeover / Cirurgia Pós-Parto
    nome: Correção de Cicatriz de Cesariana
    nome: Cirurgia de Correção da Diástase Abdominal
    nome: Abdominoplastia
    nome: Miniabdominoplastia
    nome: Lipoaspiração dos Flancos
    nome: Lifting de Coxas
    nome: Lipoaspiração das Coxas
    nome: Lipoaspiração de Alta Definição
    nome: Braquioplastia
    nome: Bodytite de Braços
    nome: Lipoaspiração Peitoral de Alta Definição
    nome: Aumento de Peitorais
    nome: Ginecomastia
    nome: Substituição de Próteses
    nome: Cirurgia da Contratura Capsular
    nome: BreastTite
    nome: Mamilos Invertidos
    nome: Redução de Areola
    nome: Mama Tuberosa
    nome: Medicina Sexual Feminina
    nome: Radiofrequência Intravaginal (Forma V)
    nome: Himenoplastia
    nome: Lipedema
    nome: Labioplastia
    nome: Lipoaspiração Monte de Vénus
    nome: Vaginoplastia
    nome: Mamoplastia de Aumento
    nome: Reconstrução Mamária
    nome: Redução Mamária
    nome: Cirurgia do Clitóris: Clitoroplastia, Clitoropexia e Hoodoplastia
    nome: MS Med Spa
    nome: Lipofilling Mamário
    nome: Mastopexia
    nome: Bodytite Abdominal 360º
    nome: Assimetria Mamária
    nome: Toxina Botulínica
    nome: Fisioterapia Dermatofuncional Especializada
    nome: Dermapen
    Abrir conversa
    MS Medical Institutes
    Olá,
    Precisa de ajuda?
    Entre em contacto connosco!